• Anissia

Musculação pode me atrapalhar no ballet?

Atualizado: Mai 13


Janeiro chegou e muitas alunas que estão começando no ballet sempre ficam com dúvidas em relação a musculação, se ajuda na evolução técnica e se seria um bom complemento para as aulas, etc. Há uns 10 anos atrás eu ouvia muitas críticas em relação a isso. Comentários como "Você vai ficar travada" ou "Musculação deixa en dedans" me perseguiam a todo momento. Mas será que isso é verdade??? Se você também tem essa dúvida esse post é para você! Lê o post todo que vem dica boa por aí hein! Praticar uma outra atividade corporal além do ballet requer cuidados sim. Não é qualquer atividade que vai te trazer benefícios, mas a musculação na maioria das vezes é benéfica. Proporciona principalmente o aumento da resistência física e da força muscular, então como eu posso dizer que não vai te fazer bem?! A questão é que muitas atividades podem trazer benefícios desde que o profissional que esteja te orientando tenha conhecimento das necessidades que o corpo de um bailarino possui. Um pessoa que nunca vivenciou nenhuma modalidade de dança, independentemente da formação e da prática em questão, dificilmente saberá te orientar na direção correta para a sua evolução técnica. O corpo do bailarino exige um tratamento muito específico, além disso o detalhe e o trabalho mais consciente nesse caso vai fazer toda a diferença, então sempre busque orientação adequada. Respondendo a dúvida de muitos, a musculação pode sim auxiliar muito os bailarinos, assim como o Pilates e o Gyrotonic, pois todas elas consciliam o trabalho de flexibilidade e força. Afinal de contas, que bailarino não precisa disso?! Abaixo eu te conto um pouco mais sobre essas outras opções de práticas corporais: Pilates

O Pilates é uma técnica que trabalha a mente e o corpo, em conjunto, e possui como princípios básicos: concentração, controle, centralização, precisão e respiração. Esses aspectos são responsáveis pela harmonização do organismo durante a prática. Força, tonificação e alongamento são trabalhados de dentro para fora do corpo, tornando-o forte, elegante e saudável.

Criada na década de 1920 pelo alemão Joseph Pilates, promove a reeducação de movimentos através de exercícios totalmente alicerçados na anatomia humana e que visam favorecer a boa estética e o bem-estar geral do praticante. No Pilates, os movimentos são realizados sem pressa e com bastante controle para afastar o estresse e a fadiga. O grande repertório de exercícios com poucas repetições e baixo impacto, proporcionam menos desgaste das articulações e dos músculos, além de afastar a monotonia das aulas. A técnica é aplicável aos mais diferenciados públicos com resultados, inclusive, emocionais, uma vez que o aluno tem sua auto-estima elevada ao perceber melhoras em sua saúde física e mental.

No ano de 1923, o alemão abriu seu primeiro stúdio, em Nova York, onde utilizava aparelhos imaginados e desenvolvidos por ele próprio . Mas a técnica, entretanto, só ganhou popularização nos anos 40. A maioria dos alunos que buscavam eram praticantes de esportes e bailarinos, apresentando, geralmente, algum problema postural ou de lesões. Após a morte de Joseph, aos 87 anos, sua esposa deu continuidade ao trabalho de difusão da técnica e, em pouco tempo, muitos alunos seguiram os passos do criador do Pilates, montando seus próprios estúdios. No Brasil, Alice Becker foi a principal difusora, a partir de 1991.

O Pilates continua a crescer em todo o mundo, conquistando um número cada vez maior de adeptos por ser uma prática que respeita as condições, necessidades, objetivos e limitações de cada um, com resultados satisfatórios ao praticante.

Fonte: http://www.institutopilates.com.br/tudo-sobre-pilates/

Gyrotonic e Gyrokinesis Gyrotonic® é um método de condicionamento físico criado no final dos anos 70 pelo romeno Juliu Horvath, ginasta, nadador, yogui, acupunturista e ex - primeiro bailarino. O método se baseia nos princípios - chaves do yoga, tai ­ chi - chuan, natação e ballet, e consiste na prática de exercícios físicos fluidos, rítmicos e circulares integrados à respiração, que obedecem a natureza do corpo humano e podem ser praticados em aparelhos chamados Gyrotonic Expansion System, especialmente desenvolvidos para o trabalho, ou diretamente no solo, em aulas em grupo, chamadas de Gyrokinesis. O Gyrotonic® ( o nome já diz, gyro ­ giro; tonic ­ tônico, dar tônus) fundamenta-se nos movimentos de rotação e torção ­ seus movimentos são tridimensionais. Nestes movimentos, o corpo alcança a sua máxima mobilidade, explorando a amplitude de movimento das articulações, respeitando a fisiologia articular. Por isso os aparelhos do Gyrotonic Expansion System diferem-se dos demais aparelhos convencionais de exercícios, que permitem apenas a execução de padrões de movimento lineares ou isolados (os típicos “abre/ fecha”, “levanta/ abaixa”), que levam ao uso da força sem coordenação. Os aparelhos de Gyrotonic promovem uma múltipla mobilidade das articulações, melhorando a condição propioceptiva do sistema ligamentar e consequentemente a estabilidade articular. Os exercícios lembram o movimento do corpo dentro da água, onde encontramos uma agradável resistência, enquanto o movimento evolui de uma forma para outra, sem perder o fluxo. E mais, na água você não pode ter um controle preciso da exatidão e correção dos movimentos, o que você tem facilmente no Gyrotonic Expansion System devido a orientação dos cabos e pratos com pesos e tensão respectivamente reguláveis. Fonte: http://www.gyrotonicbrasil.com/o-que-e

Se mesmo depois de ler esse post você ainda quiser fazer musculação, não tem problema! A musculação pode deixar seu músculo maior e mais rígido sim, logo, é normal sentir que o seu corpo está diferente durante as aulas. Se você fizer tudo certo, acompanhado(a) de um profissional da área, se alongando antes e depois das atividades na academia e se manter firme nos alongamentos voltados para o ballet, você não vai se lesionar, ficar "travada" ou "en dedans". Mas acima de tudo não estrapole! Seja gentil com seu próprio corpo e escute o que ele tem para te dizer! Se você já praticou pilates ou gyrotonic, compartilha com a gente um pouco da sua experiência! Espero que tenham gostado. Um abraço!

#pilates #ballet #musculação #gyrotonic #gyrokinesis #Bemestar #saúde #Cuidados

1,646 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo